Plantando a placenta

Quando Júlia nasceu eu resolvi trazer a placenta dela para casa. Minha mãe entre enojada e incrédula duvidou que eu realmente fosse cumprir meu intento. Vocês não imaginam como é burocrático tirar uma placenta do hospital. Tive que assinar um termo de responsabilidade para Nando poder buscá-la no centro cirúrgico.

Chegando em casa a placenta ficou esperando, guardada no congelador, o dia certo para nós plantarmos ela. Quando Júlia completou uma semana, eu já tava mais recuperada a cesárea e pedi a meu marido para plantar um pé de Chacrona. Com a cova aberta, coloquei a massa disforme, ainda meio congelada dentro e plantamos em cima a mudinha. A Chacrona é um arbusto, originário da Amazônia que traz a luz na consciência. A plantinha representa a sabedoria e eu achei o significado perfeito para o momento.

Hoje, passeando com a minha pequena pelo jardim, resolvi fotografar o desenvolvimento da plantinha. Olhem que viçosa ela está.

*onde lê-se Charoninha, entenda-se CHACRONINHA.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s