11/29/2003 10:01:01 PM

Jabazinho cultural

primeiro de dezembro vai rolar um lançamento bom legal no CINESESC. É o livro Dezamores.

Dezamores: contos, poemas é o primeiro resultado em livro da produção literária de dez autores a partir de oficinas virtuais de João Silvério Trevisan, autor do prefácio.

Provenientes de diferentes partes do Brasil e de diferentes turmas, os autores decidiram continuar os encontros via Internet depois de terminada a oficina para criar textos e discuti-los em conjunto.

Os dez autores passeiam à vontade pela prosa ficcional e pela poesia, às vezes, misturando saudavelmente uma na outra, sempre em busca dos rastros tortuosos do amor e de suas peculiaridades. A temática que envolve o amor navega livre pela web e acaba caindo nas páginas de Dezamores. Pelos capítulos, cada um deles introduzidos por uma epígrafe que prepara o leitor para o que vem pela frente, vemos o ¿dezamor¿ caminhar ao lado do amor.

Autores:

Adriana Calabró, Janaína Amado, Albano Martins Ribeiro, João Peçanha, Ana Peluso, Sara Fazib, Chico de Assis, Thelma Guedes, Dora Castellar, Wael de Oliveira

Saiba mais sobre os autores

Dezamores: contos, poemas

Gênero: conto, poesia

Formato: brochura, 14 x 21 cm

Número de páginas: 168

Preço de capa: R$ 28,00


e ai? você que está em Sampa não vai perder essa, né? Um ótimo programa pra relaxar daquela segunda-feira chata. aproveitem e dêem um beijo na Janaina e no Albano por mim.

– prontinho, Jana. Mereço um livrinho?-

dezamores.jpg

Anúncios

11/28/2003 11:14:26 PM

(para ser lido ao som de I will survive)

Gentes:

Eu podia botar a culpa no Blogger por esse meu sumiço virtual, mas desde pequenininha aprendi a assumir o que faço, por isso assumo: tomei “chá de sumiço” mesmo. Minha vida anda meio corrida ultimamente, tou trocando de empregada, resolvendo algumas coisas e mal tenho tempo de ler meus e mails. Além do mais não tem acontecido nada de legal pra eu contar, e fico constrangida de só postar “fast food”. Junta-se a isso o fato de meu querido marido ter ciúmes do computador (é isso mesmo, vocês entenderam direitinho), então quando eu chego em casa a noite e Júlia dorme, tenho que ficar fazendo denguinho no meu nêgo.

Nesse momento Júlia e Nando dormem como anjos e eu estou aqui, na sala de televisão, com meus 2 cachorros aos pés, a Tv ligada no Globo Reporter e ouvindo Jussara Silveira cantando:

“quem inventou o amor

não fui eu

não fui eu

não fui eu

não fui eu nem ninguém”

Resolvi então escrever pra vocês verem que eu estou viva.

Junto com o milhar de piadinhas, spans e bobagens que recebo por e mail, chegou esse perfil pra preencher e repassar…

prefiro escrever aqui e quem ficar a fim pode responder também.

That’s it.

que horas são?

22:13h

apelido

Mary

quantidade de velas no seu último bolo de aniversário

70 – trinta minhas e quarenta de Nando. É que como fazemos aniversário juntos (ele é dia 5 de maio e eu dia 6), economizamos com um bolo só!

tem orelhas furadas? Quantos furos?

tenho sim. 5 furos, porem só uso brincos em 3.

tatuagens?

3. Um periquito, nas costas; um acará bandeira, na barriga; e uma orquídea no tornozelo

dia do seu aniversário

já respondi. 6 de maio

já se embebedou?

Sim. Meu passado me condena

amou tanto alguém que chorou muito por ele?

Claro. Quem nunca passou por isso?

já se envolveu em algum acidente de carro?

já. Mas nada grave

carne ou cachorro quente

filé ao molho madeira

peixe, frango ou carne?

peixe.

cerveja ou champanhe

não bebo. Posso escolher água de côco?

café ou chá?

adoro chá. Capim santo, boldo, erva cidreira…

o copo está metade cheio ou metade vazio?

na verdade ele estava todo cheio a uns minutinhos atrás, mas eu bebi a metade…

lençóis lisos ou estampados?

tanto faz, mas eu sempre desfaço meus jogos de lençóis. É que eu gosto de dormir coberta com aquelas mantas feitas em tear. Uma pra mim e outra pro maridão, que se não dá briga!

qual sua cor preferida?

mostarda

lugar onde gosta de ser beijada

cangote

feriado favorito

reveillon. Me dá uma sensação de que agora vai ser diferente, uma nova chance de recomeçar.

canção que sta escutando nesse momento?

Canto de Nana ( a música é de Caymmi, mas Jussara Silveira está cantando)

flores?

muitas, sempre. Sou fã das orquídeas que duram toda a primavera, em cima das minhas mangueiras; adoro a força das multicoloridas onze horas, que resistem bravamente ao verão baiano; tenho um carinho especial pelas Maria-sem-vergonhas, que preferem viver na sombra, mas dão em qualquer lugar e o ano inteiro (daí o nome). Tenho sem-vergonhas que trouxe sementes de Macchu Picchu, onde são chamadas de Trabajadoras e de Portugal.

tema de conversa

filhos, mais especificamente as gracinhas de Júlia. Presentes de Natal. Empregadas domésticas (meu Deus, eu tou uma chata!)

coca cola simples ou com gelo?

Com gelo e limão, por favor.

de que cor é o tapete do seu quarto?

branco com desenhos peruanos, mas é pequenininho, que eu sou asmática.

telefone pra contato

o celular

onde se vê daqui a 10 anos?

aqui em casa, com meu marido, meus filhos, meus bichos e minhas plantas.

de quem você recebeu este e mail?

Lú. A minha amiga de verdade mais antiga

quem dos seus amigos vive mais longe?

Bat. Nem sei onde ele está agora.

seu melhor amigo?

Nando

quem irá responder esse e mail mais rápido?

Ninguém. Não mandei e mail pra ninguém.

hora de dormir

Cedo

quantas vezes deixa tocar o telefone antes de atender?

depende do que eu estou fazendo, da proximidade do aparelho e da vontade de atendê-lo

melhor cd

sei lá. Gosto muito do Olho de Peixe do Lenine, mas melhor? Tem tantos.

pior sentimento do mundo

ódio

melhor sentimento do mundo

Amor

primeiro pensamento que tem ao acordar?

Que horas são?

o segundo?

eu preciso de mais 5 minutinhos

qual seu programa preferido na TV?

vários. Eu adoro televisão

música favorita

Atualmente, a Rosa, de Pixinguinha, cantada por Luis Melodia

confesse qual foi a novela que mais te agradou

sei não.

se pudesse ser outra pessoa quem seria?

preferia consertar coisas nessa que eu sou mesmo.

algo que sempre tem na bolsa ou carteira

bombinha

o que tem embaixo da cama

um facão. Sério

qual o carro dos seus sonhos

um Land Rover

algo pra pessoa que te enviou esse e mail

Dizer que te amo é pleonasmo, né?

quem é a pessoa que mais provavelmente não te responda

90% de quem ler

aquele que com certeza te responderá

Moça, Yara… conto com vocês

quem gostaria que respondesse

quem gosta de mim

o que diria para alguém mas não tem coragem

sinto saudades.

11/9/2003 02:15:03 PM

Matéria publicada em jornal de circulação diária do Ceará

HOMEM DESCASADO PROCURA…

Homem de 40 anos, que só gosta de mulher, após casamento mal sucedido

afetivamente, de sete anos, vem através desse anúncio procurar mulher, que

só goste de homem, para compromisso duradouro, desde que esta preencha

certos requisitos. Vale lembrar que as exigências deste senhor que, a partir

de agora, passa a se denominar PRETENDIDO, são baseadas em suas relações,

pós-divórcio, com outras mulheres que, a partir de agora, passam a ser

denominadas PRETENDENTES e que deixaram marcas profundas em sua

personalidade.

O PRETENDIDO exige que a PRETENDENTE tenha idade entre 28 e 40 anos, não

descartando, evidentemente, aquelas com idade abaixo do limite inferior,

descartando as acima do limite superior.

A PRETENDENTE deve ter um grau razoável de escolaridade para que não diga,

na frente de estranhos: “menos vezes”, “quando eu se casei”, “úrsula do

estrômbago”, “eu já se operei do apênis”, “é de gratis”, e outras pérolas da

literatura.

Os olhos podem ter qualquer cor, desde que sejam da mesma e olhem para uma

mesma direção. Os dentes, além de extremamente brancos, todos os 32, devem

permanecer na boca ao deitar e nunca dormirem mergulhados num copo d’água.

Os seios devem ser firmes, do tamanho de um mamão papaia, seus mamilos devem

olhar para o céu, quando muito para o purgatório, nunca para o inferno.

Devem ter consistência tal que não escapem por entre os dedos como massa de

pão.

Por motivos óbvios, a boca e os lábios devem ter consistência macia e

polpuda, não confundir com beiço, e devem ter elasticidade tal para engolir,

todo ou parcialmente, um sorvete de casquinha com uma bola (apesar de o

PRETENDIDO já haver se relacionado com uma PRETENDENTE que chegava a

engoli-lo com duas bolas, o sorvete).

A barriga, se existir, deverá ser muito pequena e discreta e não um ponto de

referência.

Os pelos, se existirem, deverão ser curtos e bem aparados, exclusivamente

naquela pequena seta que indica a região do prazer. Em qualquer outro lugar

que eventualmente se possa imaginar, os pelos são abomináveis,

principalmente embaixo do braço e em outras regiões mais distantes.

O PRETENDIDO exige que a PRETENDENTE seja sexualmente normal, isto é, tenha

orgasmos, se múltiplos melhor, mas, mesmo nos eventuais, quando acontecerem,

que ela gema um pouco ou pisque os olhos para que ele se sinta sexualmente

interessante. O PRETENDIDO exige que, por ocasião das relações sexuais, a

PRETENDENTE não boceje, não ria, não fique olhando as horas no

rádio-relógio, durma ou cochile.

O PRETENDIDO exige que a PRETENDENTE não tenha nunca feito nenhuma sessão de

análise, o que poderia camuflar, por algum tempo, uma eventual

esquizofrenia.

O PRETENDIDO descarta, imediatamente, aquelas PRETENDENTES que foram, ou

imaginam terem sido, estupradas pelo primeiro namorado, o vizinho, o

padeiro, o entregado do leite, o padre ou o Gugu Liberato.

A PRETENDENTE deverá ter carro que ande, nem que seja uma Brasília, ou tenha

dinheiro para o taxi, uma vez que pela idade do PRETENDIDO, ele não tem mais

paciência para levar namorada de madrugada para casa.

O PRETENDIDO, em nome da boa educação, quando se alimentarem, em casa ou no

restaurante, não permitirá que a PRETENDENTE palite os dentes, nem mesmo

usando a mãozinha, com o dedo mínimo apontado para o teto, tentando encobrir

suas falhas dentárias.

Nem permitirá que a PRETENDENTE leve restos alimentares para a sua casa,

como pedaços de pizza, frango assado, gamelinhas do chinês, restos de

hambúrguer ou batatinha frita, ou o que sobrou daquele vinho, com a desculpa

de dar à famélica empregada que a aguarda em casa, ou para algum mendigo

que, segundo ela, estaria em alguma esquina pedindo esmolas às 03:30 da

manhã…

Enviar carta, com foto recente, de corpo inteiro, frente e costas, da

PRETENDENTE, para a redação deste jornal, para o codinome: “CACHORRO MORDIDO

DE COBRA TEM MEDO ATÉ DE BARBANTE”

Resposta da PRETENDENTE, publicada, alguns dias depois, no mesmo periódico

cearense.


Prezado HOMEM DESCASADO. Li seu anúncio no jornal e manifesto meu interesse

em manter compromisso duradouro com o senhor, desde que (é claro) o senhor

preencha outros certos requisitos que considero básicos! Vale lembrar que

tais exigências se baseiam em conclusões tiradas acerca do comportamento

masculino em diversas relações frustradas, que só não deixaram marcas

profundas em minha personalidade porque, graças a Deus, fiz “anos de

terapia”, o que, infelizmente, contraria uma de suas exigências.

Quanto à idade, espero que o senhor tenha a maturidade dos 40 anos e o vigor

dos 28, e que seu grau de escolaridade supere a cultura que porventura tenha

adquirido assistindo aos programas do “Show do Milhão”.

Seus olhos podem ser de qualquer cor desde que vejam algo além dos jogos de

futebol e revistas de mulher pelada e seus dentes devem sorrir mesmo quando

lhe for solicitado que lave a louça ou arrume a cama.

Não é necessário que seus músculos tenham sido esculpidos pelo

halterofilismo, mas que seus braços sejam fortes o suficiente para carregar

as compras.

Quanto à boca, por motivos também óbvios, além de cumprir com eficiência as

funções a que se destinam as bocas no relacionamento de um casal, deverão

servir também para pronunciar palavras doces e gentis e não somente: “PEGA

MAIS UMA CERVEJA AÍ, MULHER!”

A barriga (é quase certo que o senhor a tenha) é tolerável desde que não

atrapalhe o movimento de abaixar para pegar as cuecas e meias que jamais

deverão ficar no chão.

Quanto ao desempenho sexual, espera-se que corresponda, ao menos

palidamente, à performance daquilo que o senhor “diz que faz” aos seus

amigos!… e que durante o ato sexual, não leve para cama os livros: “Manual

do Corpo Humano”, ou “Mulher, Este Ser Estranho”!

No que diz respeito ao item alimentação, cumpre estar atualizado com a

lista dos melhores restaurantes, ser um bom conhecedor de vinhos e de toda

espécie de iguarias, além de bancar as contas, evidentemente.

Em relação ao carro, tornam-se desnecessários os trajetos durante a

madrugada uma vez que, havendo correspondência nas exigências que por hora

faço, pretendo mudar-me, de mala e cuia, para a sua casa… meu amor!

Finalmente vale lembrar, dentro das exigências catalogadas, que detesto

homem que peida na cama e quanto a este pormenor (que com o tempo acaba

virando pormaior), peço-lhe que vá desenvolvendo o hábito de ir cagar antes

de dormir ou logo depois da novela, não se esquecendo, também, de proceder a

uma boa higienização da área de trabalho.

Ainda (ia me esquecendo deste delicado detalhe) se o senhor tiver mau

hálito, por favor compre logo uns tubos de Gotas Binaca ou desodorante bucal

equivalente. Meu ex-companheiro tinha tanto mau hálito que acabou ganhando

um lugar no Guiness Book como o vencedor do mau hálito a distância. O prêmio

foi pra ele e os horrores pra mim.

Seus roncos, se acontecerem, podem ser suportados pois tenho um pequeno

problema de surdez que, nesses casos, graças ao bom Deus, deixa de ser um

defeito para ser uma grande virtude.

Assinado: A COBRA

11/9/2003 02:11:43 PM

vértebra de baleia, parto horizontal e outros bichos

vejam que interessante que eu recebi da lista Parto Natural…

“O PARTO EM DIVERSAS ÉPOCAS E LOCALIDADES”

Exposição sobre a evolução (???) do parto

A evolução do parto e peculiaridades das posições e objetos

em que as parturientes deram a luz aos seus filhos na

história estão presentes na exposição “O parto em diversas

épocas e localidades”, no Museu do Parto da Maternidade

Escola Assis Chateaubriand (Meac). O local possui importantes

objetos de alto valor antropológico, como, por exemplo, uma

vértebra de baleia, onde diversas pessoas da Praia de Cumbuco

nasceram nas mãos de parteiras.

A vértebra, segundo a professora Sílvia Bonfim, que é chefe

do Departamento de Saúde Materno-Infantil da Faculdade de

Medicina da UFC e do Núcleo de Ensino, Pesquisa e Extensão da

Meac, mostra uma tradição que foi criada a partir do momento

em que a parteira tradicional da cidade ajudou num parto que

deu certo e várias outras mulheres seguiram a mesma

idéia. “Geralmente acontece assim, as mulheres querem ter

seus filhos de uma forma que já foi positiva para outra”.

Dentro dessa lógica, foi que introduziu-se o parto

horizontal, iniciado pela Escola Francesa. “Diz a lenda que

nenhuma parteira quis fazer o parto da Rainha Maria

Antonieta, que era muito gorda e não tinha condições de ter o

filho na posição vertical, como era de costume. Daí então

surgiu o parto deitado, com a figura do médico presente”.

Segundo Sílvia, como dar a luz deitada foi moda na França,

diversas mulheres passaram a seguir o método, consolidando-o

no mundo.

A posição horizontal, segundo ela, é a pior que existe para o

parto, já que a curvatura do útero fica mais acentuada

dificultando a saída do bebê. “O parto na posição vertical,

sentada ou de cócoras, é mais natural e sempre foi feito

dessa forma, desde o inícios dos tempos”.

A médica ressaltou que apenas 5% dos partos necessitam de

intervenção cirúrgica e criticou a cultura do parto

cesariano. “A cesárea ocasiona problemas secundários nas

mulheres que demoram anos para se recuperarem, mas é

maravilhosa quando existe indicação”. De acordo com Sílvia,

AS MULHERES NÃO QUEREM SENTIR DOR E ACABAM DEIXANDO O PARTO

NORMAL DE LADO, QUE É MUITO MAIS HUMANO, SAUDÁVEL E DE

RECUPERAÇÃO RÁPIDA. “A cesariana dura cerca de 10 minutos e

as mulheres não querem mais passar 12 horas para ter um filho

no método natural “. Segundo ela, ESSA MUDANÇA DE POSTURA

DEVE COMEÇAR PELOS PRÓPRIOS MÉDICOS.