5/27/2006 11:39:02 AM

As coisas e seus nomes

Quem conhece o aeroporto de Salvador sabe que a sua entrada é uma das mais belas do mundo. Na minha bairrista opinião, não tem nenhuma (das que eu conheço) que lhe faça jus.

Ontem fui até até lá com a pequena, buscar minha sogra. Ao passar pelo bambuzal, Juju exclama:

-Mamãe olhe que lindo o arambú.

Eu dei uma risadinha concordando e expliquei:

-Filhota, isso aí chama bambu e é muito lindo mesmo.

Quando voltávamos pra casa, passamos por uma “revoada” (alguém sabe qual é o coletivo de urubú?) de urubús e Julinha olha pro céu apontando:

-Olha mãe, tem um monte de bambú voando.

Não sei vocês, mas eu acho arambu muito mais bonito que urubu

Anúncios

5/23/2006 12:13:44 AM

O “Bom Dia” mais gostoso do mundo

Sabe como eu acordo todas as manhãs?

Um tanque de guerra loirinho, de 2 anos, sobe na minha cama, passando por cima de mim, me pisando inteira (quem tem filho homem sabe exatamente do que eu estou falando), até chegar no meu rosto. Aí ele para e me dá uma lambida bem molhada.

Eu abro os olhos para ver seu rostinho lindo e sorridente me dizer:

-Mamãe lambei você!

Não é fofo?

5/22/2006 11:35:30 PM

Conspurcália

Alguém pode me explicar, por favor, porquê meu livro de visitas foi infestado por um milhão de malditos spans?

Se não for pedir muito, me explique também como me livrar deles, e se não for abusar de nossa amizade onde eu encontro um LV decente, daqueles que você pode moderar o que é postado e responder pessoalmente a cada um?

Eu serei eternamente grata!

Apigreide Lu: tou fuçando o altanet, que daquela lista que você me enviou parece ser o mais legal de todos… vamos ver no que é que dá. Brigada mesmo!

5/22/2006 11:24:36 PM

Cores

Júlia , curiosa, pergunta de pronto:

-Cassia por que sua mãe pintou você de marrom?

A babá, meio confusa, responde:

-Minha mãe não me pintou, não.

E Juju, que não fica sem resposta, continuou:

-Pintou sim. Olhe seu braço: você é marrom; Podia até ser mãe de Iure*

*Iure é meu neto, filho preferido dela. Um bonequinho pretinho, que a pequena ganhou no aniversário de 1 ano e não larga até hoje.

Deixe seu colorido no meu livro de visitas

5/22/2006 11:08:07 PM

Music is the best

Eu tenho um amigo. Na verdade é uma pessoa que anda bem distante de mim já tem algum tempo, mas mesmo assim o amor que nutro por ele é parecido com o que sinto pelos meus irmãos de sangue. Dentre as várias qualidades que ele tem, eu vou ressaltar uma: seu excelente gosto musical (modéstia à parte, parecido com o meu).

Eu sou uma mãe preocupada com o que os filhos assitem e ouvem por aí, então pra compensar, tenho muitas coisas legais, feitas especialmente pra crianças, na minha discoteca pessoal (a videoteca é mais pobrinha, mas ta crescendo). Desde que Júlia nasceu que eu penso (embora nunca tenha externado isso) que se um dia eu faltar, gostaria que esse cara se responsabilizasse por ensinar a ela (e agora também a Antônio) a separar o joio do trigo.

Entre esse amigo e eu, existem algumas pequenas divergências sonoras, nada grave, no entanto. O sujeito adora David Bowie e Milton Nascimento e embora eu reconheça o valor de ambos, não são artistas da minha predileção.

O disco da vez, na disqueteira do meu carro é a trilha sonora (internacional) de Shrek 2. Todos os dias voltamos da escola ouvindo-o.

Dia desses, minha primogênita pede:

-Mamãe bota aquela música que eu gosto?

-Não sei qual é, filha. Canta um pedaço pra eu descobrir.

-Tchen, tchen, tchen, tchen, tchen, tchentchen á… tchetnchen á…

Eu quase poquei de rir ao constatar que mesmo sem ter convívio com Little, minha pequena já mostra que puxou um pouquinho dele no gosto musical.

Ah, a música em questão é uma versão de Changes, de Bowie. E como se não fosse suficiente, ela também canta a versão que Seu Jorge fez para a mesma canção -Tchentchen á… vem meu bem… tou saindo fora e agora eu vou me dar bem!