A revolta dos eletrodomésticos (e eletro-eletrônicos)

Primeiro foi o fogão. Quebrou o botão de ligar o forno, tornando uma maratona esquentar qualquer coisa. Na seqüência o microondas parou de funcionar, o led fica piscando a palavra ¿potência¿, desafiando, rindo da nossa cara e mostrando como somos impotentes. Aí uma das televisões resolveu aderir à grave e não mostra mais imagem, só aparece uma linha horizontal, de luz, no meio da tela.
O DVD da sala, só de sacanagem, resolveu ficar ligado direto, o botão power faz ouvido de mercador a qualquer comando. Para desligar o aparelho temos que tomar uma medida drástica e arrancar a tomada.

E quando eu achava que não podia ficar pior do que estava, ficou: minha impressora travou, piscando todas as suas lâmpadas e mostrando na tela do pc um aviso no mínimo esdrúxulo: Algumas peças no interior da impressora estão a chegar ao fim da sua vida útil. Consulte a documentação da impressora Ou seja a impressora trava a uma quantidade X de impressões, estando ela quebrada ou não, é mole?

Hoje tive um grand finale , quer dizer: eu espero em Deus que seja o final dessa porra toda. Meu gravador de dvd não está gravando.

A experiência me diz que quando as coisas começam a quebrar em série, o que temos a fazer é sentar e esperar quietinho, rezando pra que acabe logo, e os danos não sejam grandes demais. Agora é começar a tomar as providências de consertar tudo ou pelo menos o que der pra ser consertado. O fogão, esse agitador incendiário, precursor do movimento, eu devo mandar pro exílio na Sibéria.

Diga aí

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s