Dia de São Valentim

Existem algumas teorias que explicam a origem desse dia e contam como o mártir romano se tornou o patrono dos apaixonados.

Na verdade as comemorações de 14 de fevereiro são mais antigas que o cristianismo e nasceram na Roma Antiga. Nessa data acontecia a Lupercália, festa em homenagem a deusa Juno, que era associada à fertilidade e ao casamento.

Até aí tudo certo, mas quem foi Valentim, e por que ele se tornou o patrono dos enamorados¿

Em meados do séc. III DC, o Imperador Romano Claudius II resolveu que homens solteiros eram melhores soldados, já que sem família com a qual se preocupar eles entravam de corpo e alma nas batalhas ocupando-se apenas em obedecer as ordens dadas.

O bispo Valentim, não concordando com tal proibição, violou o decreto imperial e além de continuar celebrando casamentos, casou-se secretamente. Alguém deu com a língua nos dentes e o sacerdote foi preso e condenado à morte.

Durante o tempo de sua prisão, Valentim recebeu muitas flores e bilhetes de pessoas que diziam ainda acreditar no amor. Enquanto aguardava o cumprimento da sua sentença, o bispo se apaixonou pela filha cega de um carcereiro e, milagrosamente, devolveu-lhe a visão. Antes da execução, em 14 de fevereiro, Valentim escreveu uma mensagem de adeus para a moça, na qual assinava como “seu Valentim”.

A história é bonita mas foi apenas em 496 DC., que o Papa Gelásio I decidiu instituir o dia 14 de fevereiro como o dia de São Valentim, para que a celebração cristã fagocitasse os cultos pagãos.

Imagem

Happy Valentine’s Day.

Anúncios