Unhas de Natal

Como eu já tinha falado na semana passada, eu estava procurando um vermelho arraso para colocar nas unhas, no Natal. Minha coleção de esmaltes, embora tenha crescido muito nas últimas semanas, ainda carecia da cor que eu tinha em mente. Anteontem, no mercado, um “Preguicinha” sorriu pra mim lá da estante e eu resolvi compra-lo. Pronto: achei a cor que eu estava buscando.

Esta semana estou com 2 mãos de preguicinha, uma de chama para deixá-lo menos rosa e mais vermelho, e uma de matte plus. escândalo total!

Unhas do Shrek

eu estava a um tempão sem pintar as unhas. Minha mão estava de dar vergonha, com unhas repolhentas, lascadas, roidas e com cutículas enormes, duras e ressecadas.

Aí rolou um papo sobre esmaltes, tendências e cores do verão e eu me animei a ir ao salão. Cheguei lá quase escondendo as mãos de vergonha e saí com um rosinha antigo bem discreto, só para deixar as unhas felizes e as bichinhas crescerem.

Um milagre aconteceu: minhas unhas que duram no máximo 2 dias com esmalte (isso se eu tirar a pontinha com acetona) ficaram inteiras por 4 quase 5 dias. Eu me animei e enfrentei a confusão das semanas que antecedem o natal indo ao centro da cidade, no único lugar que me disseram que eu acharia o esmalte matte plus da Big Universo. Passei por várias lojas de manicure e cabeleireiro e fiz a festa. Até encontrar o tal “fosqueante”, me deparei com as cores mais lindas e fashions do momento. Comprei bem uns 20 esmaltes novos. Desde verdes e rosas fluor até o über chique azul marinho.

Acontece que eu nunca tinha pintado as patinhas com cores fora do padrão (leia-se rosas claros, vermelhos e marrons) e

fiquei com medo de estranhar, mesmo assim me enchi de coragem e na quinta-feira coloquei um verde menta. Adorei o resultado: as unhas, que ainda estão pequenas mas pelo menos já estão menos tortas, ficaram joviais e alegres.

Fiz uma fotinho com a web cam para mostrar pras amigas (e pra vocês também). Reparem que minha camiseta combina com o esmalte. Nessa foto estou com o fortalecedor de unhas da Big, uma base qualquer, o esmalte Menta da Colorama e a cobertura extra brilho (aquela roxinha) da Avon.

Passei a sexta-feira e o final de semana verdinha e tchan, techan, tchan, tchan… as unhas não descascaram e o esmalte conseguiu chegar até hoje (domingo) a noite perfeito. Como eu pareço que tenho bicho carpinteiro no corpo resolvi dar uma incrementada e passei o matte plus (tá bom, eu confesso que tava doida pra experimentar ele). Não notem a bagunça no fundo da foto mas domingo à noite minha casa fica parecendo uma zona de batalha. Acho que não dá pra ver tão bem a diferença das cores pela foto mas garanto pra vocês: fica completamente diferente. Na mesa ao lado de uma piranha branca dá pra ver o matte plus).

Para o Natal estou pensando eu ficar um pouco mais tradicional e e colocar o Serenta. Será que combina com o Matte?

Maçã

bruxa-com-maca

Esse é o nome do esmalte que coloquei nas mãos hoje. Embora eu seja grande apreciadora de nomes de esmaltes, dessa vez  sinceramente não entendi a relação cor X nome.

A cor, que em nada parce com a fruta, é beeem fechada, um vermelho-amarronzado, muito mais puxado pro castanho que pro vermelho.

Se eu encontrasse uma maçã com essa cor, jamais comeria (ela certamente estaria podre), mas nas unhas ficou bem bonito,deu um tom invernal bacana.

Quer ver como fica o esmalte ? clique aqui

Poema nas mãos

Algum desavisado ao se bater com este título pode pensar que este post fala de Bilac, Pessoa ou Neruda mas as mulheres mais antenadas, que passeiam por essa bandas, já devem ter sacado que o assunto a ser tratado aqui é esmalte de pintar unhas.

Eu adoro os nomes dos esmaltezinhos e sempre que volto do salão me pego pensando na pessoa que tem o delicioso emprego de nomeá-los. Deve ser mais ou menos asim:

 -Por favor, precisamos de um nome para aquele vermelho aveludado, com toques brilhantes e um “quê” de fucsia na finalização.

-hummmm… que tal “Rebuceteio”?

-Não gosto. Além da palavra ser feia, fica parecido com aquele outro que todo mundo usa: o famoso “Rebu”. A idéia, entretanto, é boa… Rebuceteio, um esmalte que causa confusão…   vamos por esse caminho, porém usando outro nome que diga a mesma coisa.

– Pode ser “Escândalo”? Um nome assim, meio Ângela Rorô, sabe? (cantarola) –O grande escândalo sou eu…

-Tá certo: Escândalo é um bom nome. Vai pensando em mais nomes aí, que mês que vem a gente vai lançar uma linha de azuis e roxos para o inverno.

 Hoje, como vocês já devem imaginar, fui ao salão e pintei as unhas com um rosa pink, quase vermelho, chamado “Poema”. Eu gosto dos vermelhos e também dos marrons com tons de café e chocolate. Ultimamente na minha lista de preferidos estão as seguintes combinações (note que eu geralmente finalizo a pintura das unhas com um esmalte vermelho e brilhante. para os vermelhos mais claros eu vou de Chama, e pros mais escuros, matadores e marrons uso Rebu. Os dois mexem com minha imaginação:

Serenata com Chama (imaginou o cara tocando Andanças e meu erro, enquanto tudo pega fogo à sua volta?)

Cyber com Chama (O exterminador do Futuro também pega fogo, meus amigos)

Maça do amor com Rebu (a própria maçã da Bela Adormecida)

Café Com Rebu, Chocolate quente com Rebu (já pensou na confusão que tá rolando na cafeteria das minhas mãos?)

Ah, esqueci de dizer: meus pés estão clarinhos, com um rosa chá, quase cor de areia (que eu não sei o nome)

esmalte