A Árvore de Natal

ÁrvoreEu adoro enfeitar a árvore de Natal e esse ano minha empolgação começou cedo. Em agosto encontrei um tutorial de corujas de pano e cooptei minha tia para me auxiliar a fabricá-las. Já falei um pouco das corujinhas aqui e não vou me repetir.

Chegando de viagem, agora no início de dezembro, arregacei as mangas e com o auxílio luxuoso da família montamos (e amarramos pro gato parar de derrubar) a nossa Corujárvore.

Além de uns bichinhos coloridos de madeira e das tão faladas avezinhas simbolizando toda a nossa família (cada um está representado por uma coruja), outros moradores se mudaram para a decoração de Natal e é deles que quero falar aqui.

enfeitesComeço com a estrela azul, simbolizando o céu, a estrela de Belém e o caminho que devemos percorrer para chegar a Jesus. A sereia, vinda de Barcelona, representa Yemanjá, a força das águas que lava a terra e os nossos sentimentos. Alex (Laranja Mecânica), lá do Poleiro de Cores, homenageia a literatura e o cinema (na verdade não é nada disso. Eu gosto dele e pronto). Os anjinho de palha e madeira vieram da Disney e me lembram de como é importante sonhar. Santo Antônio vem carregando o Menino Deus. As duas rosas de feltro mostram como é grande e suprema a natureza. O passarinho olhando pro enfeite do topo da árvore está no galho mais alto, pra nos lembrar que por mais alto que cheguemos sempre tem alguém acima, olhando por nós (ainda bem) e a coelhinha entrou só pra concretizar a profecia de que um dia Papai Noel e o Coelhinho da páscoa se encontrariam.

Assim fizemos uma árvore simples, bonita e cheia de significados (pra quem sabe ver).

Feliz Natal

O primeiro Post de Natal do Ano ou como nasce uma Coruja

A ideia nasceu a pouco mais de um mês. Uma amiga me pediu pra procurar um tutorial de almofada de coruja e navegando pela internet encontrei umas corujinhas gordinhas, fofinhas e engraçadinhas e que além de tudo pareciam bem fáceis de fazer (para alguém que saiba costurar, off course, o que definitivamente não é o meu caso). Na hora que vi as bichinhas pensei em fazer a árvore de Natal da minha infância reloaded…
Tenho que voltar um pouco mais no tempo para explicar essa história: no início dos anos 70, minha tia (e madrinha) costurou vários animaizinhos de pano e com eles enfeitou a nossa árvore de Natal. Tinha girafas, elefantes, onças, leão, passarinho e vários outros bichos coloridos. Pra quem não sabe, minha mãe é veterinária e em minha casa todos adoram animais.
Essa decoração sui generis contava ainda com um presépio onde leão, girafa, jacaré, hipopótamo e rinoceronte seguiam os Reis Magos em visita a um menino Jesus de cabelos azuis, aliás esse presépio existe até hoje e todos os anos é armado na casa de minha mãe.
Quando casei, trouxe do Peru diversos “dedoches” de bichinhos feitos em crochê e montei nossa árvore com eles, ficou linda e bem original. Entretanto com o nascimento das crianças nossa decoração de Natal ficou mais tradicional e as famosas bolas coloridas e luzinhas pisca-pisca passaram a adornar a árvore em substituição aos poeirentos bichinhos.
Esse ano, a minha ideia é transformar a árvore de Natal num corujal colorido, onde cada uma das sujeitinhas represente um membro da família. Além das corujas pretendo usar somente as luzes e uns poucos enfeites que eu guardo com especial carinho (um anjinho de palha que veio da Disney e um de tecido que Juju ganhou quando era bebê e colocou-o na árvore de livre e espontânea vontade, uma sereia que eu trouxe de Barcelona , uma caixinha de metal que minha mãe deu pros meninos colocarem os pedidos pra Papai Noel e Nessie, o monstro de Loch Ness que meu pai trouxe da Escócia).
Por enquanto temos 15 avezinhas prontas, mas acredito que precisaremos adicionar pelo menos umas 20 novas para contemplar a família toda.
Ah o tutorial da corujinhas eu peguei daqui, ó… mudei os olhos de feltro para botões e continhas e não fiz esse pezinho redondo pois minha ideia é de pendurar as bichinhas. E aí alguém se anima¿

Bastardos Ingratos

Não posso me queixar dos presentes que ganhei neste Natal. Pra dizer a verdade estou muito contente com as escolhas do Bom Velhinho (sem trocadilhos, pai). Mas se você terminou os festejos Natalinos insatisfeito com suas prendas, seus problemas acabaram (ou não).

Uma galera gringa, partindo do princípio que a porcaria de presente  de uma pessoa pode ser um tesouro para outra, criou o site The Ungrateful Bastards. Lá os insatisfeitos podem  trocar suas tralhas por algo que considere mais interessante. Não sei se habitantes da Terra Brasilis podem participar e nem como funciona o envio das mercadorias mas achei a idéia bem interessante.

Unhas de Natal

Como eu já tinha falado na semana passada, eu estava procurando um vermelho arraso para colocar nas unhas, no Natal. Minha coleção de esmaltes, embora tenha crescido muito nas últimas semanas, ainda carecia da cor que eu tinha em mente. Anteontem, no mercado, um “Preguicinha” sorriu pra mim lá da estante e eu resolvi compra-lo. Pronto: achei a cor que eu estava buscando.

Esta semana estou com 2 mãos de preguicinha, uma de chama para deixá-lo menos rosa e mais vermelho, e uma de matte plus. escândalo total!

Torta Delícia de Morango

Uma vez, meio por acaso, me bati com essa receita e resolvi testar em casa: acertei em cheio. Além de deliciosa, essa tortinha é super refrescante e facílima de fazer.

Ontem estava matutando uma sobremesa para levar para a festa de Natal da Família e lembrei dela… fui no Tudo Gostoso e graças a Deus, ela continuava por lá. sem nenhuma foto para mostrar a belezura que fica e com uns poucos comentários elogiosos.

Minha máquina não está grandes coisas mas quando a receita ficar pronta vou colocar uma fotinho aqui pra vocês verem.

Quem quiser se aventurar é só seguir o passo-a-passo:

Ingredientes:

Massa:

  • 1 ovo inteiro
  • 2 1/2 colheres de sopa de margarina
  • 1 pitada de sal
  • 1 colher de sobremesa de fermento em pó
  • 2 colheres de sopa de açúcar
  • 4 colheres de sopa de farinha de trigo

Creme:

  • 1 lata de leite condensado
  • 1 lata de leite de vaca (a mesma medida da lata do leite condensado)
  • 1 ovo inteiro
  • 1 colher de sopa de amido de milho (maizena)

Cobertura:

  • 1 caixa de morangos lavados
  • 1 caixa de gelatina sabor morango

Modo de Fazer:

Massa:

  1. Misture bem o ovo, a margarina e o açúcar
  2. Depois de bem misturado acrescente, aos poucos, a farinha até que fique uma massa homogênea
  3. Por último junte o fermento em pó
  4. Coloque em um refratário médio redondo e leve para assar em forno 180º graus por aproximadamente 15 a 20 minutos
  5. Não é necessário untar o refratário

Creme:

  1. Bata todos os ingredientes no liquidificador e leve ao fogo até engrossar no ponto de mingau ou creme

Cobertura:

  1. Prepare a gelatina
  2. Dissolva o pó em um copo de água quente e mexa até desmanchar bem
  3. Em seguida acrescente mais um copo de água gelada
  4. Leve à geladeira, mas não deixe endurecer
  5. Separe os morangos e se desejar corte-os ao meio

Modo de montar:

  1. massa
  2. creme (pode ser colocado sobre a massa ainda quente)
  3. morangos (arrume-os até preencher toda a superfície)
  4. gelatina
  5. Depois de montada leve a torta à geladeira e espere a gelatina endurecer
  6. Sirva a seguir

Obs: A torta deverá ser montada no próprio refratário.
Ela não desenforma